Conheça as características e os diferenciais do Business Intelligence 3.0

Business Intelligence 3.0 ou apenas BI é uma estratégia que combina análise empresarial, mineração de dados, visualização de dados, ferramentas e infraestrutura de dados para promover a melhor tomada de decisões dentro de uma empresa.

Na prática o business intelligence usa esses dados para gerar mudanças positivas, eliminar a ineficiência e se adaptar às mudanças no mercado e na cadeia de fornecimento.

As soluções mais modernas de BI dão prioridade a análise de autoatendimento flexível, dados governados em plataformas confiáveis, a autonomia dos usuários comerciais e o acesso rápido à informação.

O que é business intelligence?

É um termo abrangente que engloba os processos e métodos de coleta, armazenamento e análise de dados das operações ou das atividades com o objetivo de otimizar o desempenho dos negócios.

Com a nova oportunidade da aplicação do BI muitos gestores não tomam mais as decisões dentro da empresa baseados apenas nas experiências vividas por não serem mais efetivas.

Como seria então a análise da autonomia dos usuários comerciais de licenciamento ambiental? O gestor da área encontraria benefícios ao utilizar o BI?

Nos últimos anos o business intelligence passou a incluir mais processos e atividades para a melhoria do desempenho. 

Dentre esses processos estão incluídos:

  • Mineração de dados;
  • Geração de relatórios;
  • Benchmarking e métricas de desempenho;
  • Análise descritiva;
  • Consultas;
  • Análise estatística;
  • Visualização de dados;
  • Análise visual;
  • Preparação de dados.

O business intelligence engloba uma série de ferramentas, aplicativos e métodos que possibilitam às empresas coletarem dados de sistemas internos e fontes externas da empresa especializada em envidraçamento de sacada.

As ferramentas utilizadas business intelligence têm a capacidade de acessar e examinar conjuntos de dados, com o objetivo de apresentar os resultados em relatórios analíticos, resumos, painéis gráficos e mapas.

O business intelligence concentra todas as informações em um local chamado Data Warehouse. Um Data Warehouse é um repositório central de informações.

Essas informações são analisadas para decisões mais adequadas possam ser adotadas, porque os dados fluem de sistemas transacionais, banco de dados relacionais e outras fontes com cadência regular.

As métricas de análise vêm de diferentes fontes de dados, como sistemas ERP, CRM, planilhas e arquivos de textos que podem ser visualizados em grupo.

ERP, Enterprise Resource Planning traduzido como “Planejamento dos Recursos da Empresa”. É um software de gestão empresarial e serve para automatizar processos manuais, armazenar dados e unificar a visualização dos resultados.

Portanto, o uso do ERP quando utilizado armazena dados da empresa inspeção veicular, unificando a visualização dos resultados para que um grupo possa analisar.

Importância do business intelligence

Ele é importante porque possibilita que as empresas e as organizações façam perguntas aos dados coletados e encontrem as respostas adequadas e com isso a tomada de decisões passam a ser melhores.

Os responsáveis pela análise desses dados conseguem identificar mais facilmente as tendências do mercado com o objetivo de aumentar as vendas e os lucros.

Estando os dados certos eles podem contribuir até com o recrutamento de pessoal em uma empresa de limpeza e serviços gerais.

Listamos nesse artigo alguns exemplos do auxílio do BI quando aplicado nas empresas que por consequência tomam melhores decisões e todas elas são impulsionadas por dados:

  • Identifica formas de aumentar os lucros;
  • Analisa o comportamento dos clientes;
  • Comparar dados com a concorrência;
  • Acompanha o desempenho;
  • Otimiza as operações;
  • Prevê o sucesso;
  • Identifica tendências de mercado;
  • Descobre erros ou problemas.

Ao coletar dados essenciais e realizar a análise o BI consegue determinar o que é preciso que a empresa faça para atingir as metas estabelecidas.

Ao analisar os dados, com o business intelligence é possível fazer a seguinte pergunta: “Por que isso aconteceu nessa empresa distribuidora de carga e o que poderá acontecer no futuro?”.

Ao aplicar esses modelos e algoritmos é possível traduzir os resultados em uma linguagem acionável.

O BI foi desenvolvido com o intuito de responder a perguntas específicas e oferecer análises imediatas, possibilitando o planejamento e a tomada de decisões.

Quais são os benefícios do business intelligence?

O business intelligence possibilita que a empresa realize uma gestão mais inteligente das informações coletadas. 

Dentre os benefícios destacamos:

  • Identificação de custos sobressalentes;
  • Descoberta de oportunidades de negócios;
  • Relatórios acessíveis de dados;
  • Reações rápidas às demandas do mercado;
  • Otimização de preços.

Quais poderiam ser as oportunidades de negócios identificados pela utilização do business intelligence na empresa que fornece serviços de ambientes planejados cozinha?

Quais são as características do business intelligence?

São quatro as características sendo elas: confiabilidade, consistência, disponibilidade, e capacidade preditiva.

Todas elas contribuem para a obtenção dos objetivos estratégicos a serem utilizados e têm relação com os Princípios de Governança Corporativa.

Muitas ferramentas e plataformas de business intelligence de autoatendimento simplificam o processo de análise dando às pessoas mais facilidade para ver e entender os dados.

Isso permite que elas explorem esses dados por conta própria sem conhecimentos técnicos.

Mas, existem outras voltadas à geração de relatórios ad hoc, à visualização de dados e à criação de painéis personalizados que ficam disponíveis para usuários de outros níveis.

Relatório ad hoc é um relatório temporário destinado a um fim específico. Nesse relatório é construído um “tabelão” no qual o usuário seleciona as dimensões e as expressões que precisa visualizar.

Um relatório ad hoc de uma empresa que trabalha com serviço frete pode ser temporário, com o fim unicamente de analisar os dados da capacidade preditiva da empresa.

Nos tempos atuais o business intelligence não é mais um elemento de luxo como antigamente, que era usado apenas para grandes corporações que podiam pagar pelo serviço.

A coleta de dados está se tornando algo habitual e acessível. A enorme variedade de vantagens permite que as empresas ultrapassem as próprias informações e adquiram novos conhecimentos.

A atual ciência de dados tem sido recurso essencial, à medida que ela permite que as instituições passem a ser preditivas, proativas à empíricas.

Porém, mover-se do business intelligence para a ciência de dados é um grande passo. Isso, todavia, é necessário para que a empresa tenha as orientações por meio dos dados coletados. Listamos os diferenciais quanto à aplicação dele, tais como:

Perspectiva

O business intelligence é projetado para “olhar para trás” embasado em dados reais de eventos reais, até mesmo de empresas na área de porteiro terceirizado. A ciência de dados “olha para a frente”, prevendo o que poderá ocorrer no futuro.

Foco

O business intelligence oferece relatórios detalhados, mas não indica como eles serão no futuro. A ciência de dados realiza isso na forma de padrões e através da experimentação.

Processo

Os sistemas tradicionais do BI são estáticos e comparativos na maioria das vezes, não oferecendo lugar para experimentações referente ao modo como os dados são coletados e gerenciados.

Fontes de dados

As fontes de dados do BI, em virtude da natureza estática, são planejadas. Já a ciência de dados faz uma abordagem flexível.

Transformação

O BI ajuda a responder perguntas já conhecidas e, com isso, é capaz de elaborar. A ciência de dados descobre novas perguntas.

Qualidade de dados

O BI fornece visão única da verdade, ou seja, a análise de dados e a qualidade serão iguais. A ciência de dados oferece mais precisão, nível de confiança e probabilidades com as descobertas.

Uso prático

Antigamente o BI era operado pelo departamento de TI que era o responsável pelo envio das informações para os analistas. Na ciência de dados são os analistas que estão no comando.

Valor comercial

A análise dos dados pelo BI embasam as decisões empresariais buscando o melhor interesse para o negócio. Isso representa valor no aqui e agora, além de gerar insights sobre a tendência futura do mercado.

A ciência de dados está melhor posicionada para fazer isso do que o BI. Muitas organizações unem as duas estratégias, unindo o melhor dos “dois mundos” construindo diferenciais de mercado que podem se auto sustentarem a longo prazo.

Destacamos ainda nesse artigo os três pilares que sustentam o business intelligence:

  • Coleta de dados;
  • Organização e análise dos dados;
  • Monitoramento;
  • Controle.

Antes de optar pela adoção do sistema business intelligence é necessário fazer um levantamento das necessidades da empresa, tais como porte da empresa, natureza das operações, e número de funcionários, dentre outras.

Considerações finais

Sendo assim, as ferramentas de business intelligence ajudam a empresa a quantificar o relacionamento com os fornecedores e os clientes. Elas trazem a melhoria dos processos internos por meio da análise dos dados.

Essas ferramentas auxiliam, ainda, na organização desses dados, bem como na interpretação.

Elas são customizadas para atender as necessidades das organizações, pois apresentam diferentes indicadores e um painel de interface gráfica (dashboard) que possui desempenho relevante para um processo de negócio específico.

Deixe um comentário